EDP recompra até 500 milhões de dívida

A empresa de António Mexia propõe-se readquirir duas obrigações que vencem em 2018 e em 2019.

A EDP lançou uma oferta de recompra de dívida, que vencia em 2018 e 2019, até 500 milhões de dólares, anunciou hoje a empresa em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A recompra de dívida recai sobre duas séries de obrigações: “6.000% notes due february 2, 2018” e “4.900% notes due october 1, 2019” emitidas pela EDP Finance BV. “A EDP informa que lançou hoje um processo de oferta para aquisição em dinheiro de valores mobiliários representativos de dívida dirigido a titulares das emissões limitado a um valor global máximo de 500 milhões de dólares”, pode ler-se no comunicado.

O objetivo da operação é “otimizar o portefólio de obrigações e aumentar o prazo médio da sua dívida“, explica a EDP. Para isso usará “a liquidez disponível para reduzir o montante da dívida bruta” e pagar em dinheiro aos atuais titulares destes instrumentos.

A oferta tem de ser aceite até à meia-noite (hora de Nova Iorque, cinco da manhã em Portugal) de 15 de dezembro. Para quem subscrever a oferta até 1 de dezembro a empresa oferece por cada mil dólares em notes detidas um prémio de 30 dólares.

A operação, que está a ser montada pelo Morgan Stanley e colocada com o Deutsche Bank, deverá ficar encerrada a 20 de dezembro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP recompra até 500 milhões de dívida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião