“Obrigado, 2016. Tem sido estranho”, diz o Spotify

  • ECO
  • 29 Novembro 2016

Os anúncios foram elaborados internamente pelo Spotify e vão chegar a 14 mercados diferentes.

O serviço de streaming de música sueco lançou a maior campanha de publicidade global desde a sua criação. E aproveitou para dizer “Obrigado, 2016. Tem sido estranho.” As publicidades são diferentes das habituais: o Spotify usou dados internos para descobrir curiosidades e depois amplificou-as em outdoors, segundo a AdAge Creativity.

Segundo o site especializado no setor da publicidade, os anúncios foram elaborados internamente pelo Spotify e vão chegar a 14 mercados diferentes. A publicidade será direcionada às especificidades do mercado e alimenta-se dos eventos que ocorreram em 2016, servindo de conclusão ao ano da empresa.

Em entrevista à AdAge Creativity, o CMO (diretor de marketing) do Spotify, Seth Farbman, afirmou que “tem existido algum debate sobre se a ‘big data’ está a abafar a criatividade no marketing”, mas que a empresa conseguiu contrariar essa tendência. “Para nós, a ‘data’ dá-nos inspiração e compreensão das emoções que as pessoas estão a expressar“, concluiu.

Desde esta segunda-feira é possível já ver alguns anúncios nos Estados Unidos da América, Reino Unido, França e Dinamarca. Eis alguns exemplos:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Obrigado, 2016. Tem sido estranho”, diz o Spotify

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião