Fed: Economia dos EUA continua em expansão

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 30 Novembro 2016

Inquérito da Reserva Federal indica que metade dos distritos esperam crescimento moderado.

As eleições norte-americanas geraram nervosismo mas não impediram que a maior economia do mundo continuasse a expandir. Um inquérito da Reserva Federal mostrou que a economia dos Estados Unidos avançou desde o início de outubro e até meados de novembro, num cenário de baixa inflação e de aumento de atividade na venda a retalho, no imobiliário e nas empresas de serviços a empresas.

De acordo com a agência Bloomberg, o Livro Bege da Reserva Federal, baseado em informação recolhida até 18 de novembro pelos bancos regionais, indica que as perspetivas foram sobretudo positivas, com metade dos 12 distritos “a esperar um crescimento moderado”.

O Livro Bege fez várias referências às eleições presidenciais de dia 8, que deu a vitória a Donald Trump. Os contactos dos distritos de Richmond e St. Louis referem que o abrandamento da venda de veículos “pode ser atribuída à incerteza em torno das eleições presidenciais“. E também Cleveland referiu que o nervosismo das eleições contribuiu para uma quebra nas vagas de emprego e colocações.

Na semana passada, os responsáveis da Reserva Federal deram como quase certa uma subida de juros em dezembro. As minutas da Fed, conhecidas na quarta-feira passada, indicam que alguns responsáveis do banco central norte-americano acreditam numa subida dos juros na próxima reunião, a 13 e 14 de dezembro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Fed: Economia dos EUA continua em expansão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião