Bookingdrive: Carro parado? Ponha-o a render

Arrancou esta quinta-feira a Bookingdrive, uma plataforma de aluguer de automóveis que também lhe vai permitir pôr o seu carro a render.

Pense no automóvel e faça as contas: quanto tempo está parado? Na Europa, estima-se que um carro esteja estacionado em 92% do tempo. Mas agora pode rentabilizar esse tempo, graças à plataforma Bookingdrive. Com sede no norte do país, a plataforma começou a funcionar em pleno esta quinta-feira.

Permite, por um lado, emprestar temporariamente um carro a troco de dinheiro e, por outro, alugar um dos vários automóveis dos proprietários que nela se inscreveram. Opera em todo o país, com enfoque para Porto e Lisboa. Ao ECO, Jorge Forte, responsável pelo projeto, garante que a barreira dos dois mil inscritos já foi ultrapassada. Há também mais de 40 automóveis registados para aluguer, avançou.

A ideia não é pioneira. A Bookingdrive adotou um modelo já comum em países como Espanha, França, Alemanha, Estados Unidos e Austrália. O processo é, aparentemente, simples: um proprietário regista um veículo na plataforma e indica em que períodos e dias está disponível para emprestar a chave, assim como o valor que pretende receber por isso. O carro tem de ter menos de 11 anos, inspeção em dia e seguro e imposto de circulação pagos.

Depois, alguém registado na plataforma, e que necessite de um automóvel, entra em contacto com o proprietário para combinar um ponto de encontro. Usa o automóvel e devolve-o quando combinado. Para participar, é preciso ter mais de 21 anos e o pagamento do serviço faz-se na plataforma, “por cartão de crédito”, explica Jorge Forte.

Vídeo: Como funciona a Bookingdrive

O diretor da Bookingdrive prefere não falar de valores de investimento, mas não esconde o modelo de negócio: “É à comissão. Recebemos 20% do valor do serviço”, indica ao ECO. No entanto, não foi fácil levar o projeto avante: “A ideia já a andava a magicar há anos.” Chegou a tentar, mas “impedimentos legais” levaram a adiar o projeto para agora.

Só “com as companhias de seguro”, o acordo levou “dois anos” até chegar ao ponto em que está hoje. Segundo Jorge Forte, é a seguradora Fidelidade que ajuda a verificar — e, por conseguinte, a aprovar — os proprietários que, depois de aprovados, ficam cobertos por um seguro automóvel “com uma ampla cobertura”, frisa a Bookingdrive em comunicado.

O ECO simulou uma pesquisa de automóveis no final da tarde desta quarta-feira e encontrou 14 viaturas registadas em Lisboa. A mais cara era um Audi TT de 2011 a gasóleo com 12.300 quilómetros por 200 euros por dia, enquanto a mais acessível era um Volkswagen Polo de 2006 a gasolina com 95.400 quilómetros registados, por 15 euros diários.

Recorde-se que os preços são definidos pelos proprietários. Comparando com alguns dos principais serviços de rent a car, um Volkswagen Up para aluguer a 2 de dezembro e devolução no dia seguinte custava 51,07 euros na Hertz, enquanto na InterRent, o aluguer do mesmo automóvel custava 4,66 euros por dia.

E se correr mal? Jorge Forte reconhece que o principal desafio é “conquistar confiança”. Se um automóvel não estiver em condições, é possível apresentar queixa à plataforma, que pode mesmo expulsar proprietários ou clientes.

Comentários ({{ total }})

Bookingdrive: Carro parado? Ponha-o a render

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião