Receitas da Uber aumentam, mas os prejuízos também

  • Ana Luísa Alves
  • 20 Dezembro 2016

As receitas da Uber aumentaram em 2016, mas os prejuízos também. Em causa está a saída da aplicação norte-americana da China, o país com a maior população do mundo.

A Uber saiu da China ao mesmo ritmo que o dinheiro saiu dos bolsos da empresa. Apesar de estar a conseguir aumentar as receitas, a empresa continua a acumular prejuízos. Perdeu mais 800 milhões de dólares no terceiro trimestre, elevando o prejuízo este ano para 2,2 mil milhões.

A Uber gerou aproximadamente 3,76 mil milhões de dólares em receita nos primeiros nove meses do ano, 1,7 mil milhões após pagar aos seus motoristas. E pode vir a gerar 5,5 mil milhões de dólares como somatório de todo o ano, refere a Bloomberg.

No entanto, os prejuízos continuam a crescer. Perdeu mais 800 milhões no trimestre, isto sem inclui o custo da saída da China. E a empresa reconhece que no total perdeu pelo menos dois mil milhões de dólares no ano passado, estimando perder aproximadamente três mil milhões de dólares este ano.

Estas perdas são explicadas, segundo a Bloomberg, pelos encargos associados à saída da empresa da China. Em agosto a Uber tinha dito que chegou a acordo com Didi Chuxing, serviço de transporte chinês, para deixar o gigante asiático em troca de 17,5% da empresa chinesa. Como parte do acordo, Didi investiu mil milhões de dólares na Uber.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Receitas da Uber aumentam, mas os prejuízos também

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião