Carros elétricos: Meia hora de carga custará até três euros

  • ECO
  • 21 Dezembro 2016

Até 8 de janeiro, Portugal terá 14 novos postos de carregamento rápido para carros elétricos. Em meia hora, carregam a bateria do seu automóvel por um preço entre 1,5 e 3 euros.

Carregar um automóvel elétrico em meia hora vai custar entre 1,50 e 3 euros nos novos postos de carregamento rápido que vão ser instalados em várias cidades portuguesas. A informação foi avançada ao jornal Público pelo ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, sublinhando, porém, que é um custo “incomparavelmente mais baixo” do que o dos carros a gasóleo ou gasolina.

De acordo com o jornal, a instalação de 14 postos de carregamento rápido foi adjudicada às empresas Prio, EDP e Mobilectric num concurso que teve de ser repetido. A Prio fica responsável por um posto, a EDP fica responsável por cinco postos e a Mobielectric irá instalar os restantes oito. O dia 8 de janeiro é a data-limite para tudo estar a funcionar e as cidades abrangidas são Aveiro, Braga, Cascais, Coimbra, Évora, Lisboa, Loures, Matosinhos, Porto, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Gaia.

Com 4.500 a 5.000 carros elétricos nas estradas portuguesas — segundo dados da Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos, citados pelo Público — o Governo esperava ter 50 postos de carregamento a funcionar até ao final do ano. O ministro Matos Fernandes admitiu que a meta poderá não ser cumprida, mas que até ao fim do ano haverá “garantidamente 35 carregadores instalados”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Carros elétricos: Meia hora de carga custará até três euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião