Brexit: Libra afunda para mínimo de 32 anos

  • Lusa
  • 16 Janeiro 2017

A libra afundou perante sinais de que a primeira-ministra britânica, Theresa May, está pronta para uma “saída dura” União Europeia. A moeda está em mínimos de 1985.

A libra caiu hoje para mínimos de 32 anos contra o dólar nos mercados asiáticos depois de notícias de que a primeira-ministra britânica, Theresa May, está pronta para uma “saída dura” União Europeia (hard brexit).

A queda da libra aconteceu depois de perdas na maioria dos mercados asiáticos, com os investidores a aguardar com preocupação o discurso de tomada de posse de Donald Trump na sexta-feira, desiludidos com a falta de pormenores sobre as suas políticas económicas.

Vários jornais de domingo do Reino Unido afirmaram que May está disposta a sair do mercado único, da união aduaneira europeia e do Tribunal de Justiça Europeu, de modo a reconquistar controlo da imigração.

Libra renova mínimo de mais de três décadas

libra-01
Fonte: Bloomberg

As notícias fizeram a libra cair para 1,1986 dólares, o valor mais baixo desde o crash surpresa de outubro, quando atingiu 1,1841 dólares, um nível que não se verificava desde o início de 1985. A moeda segue a perder 1,2% para 1,20 dólares.

“As notícias do fim de semana foram sem dúvida um fator que empurrou a libra para baixo. Os mercados estão a observar o que o Reino Unido faz”, disse Yoshitaka Suda, estrategista do banco de investimento Nomura.

Na terça-feira, May vai discursar sobre a estratégia do Reino Unido para sair da União Europeia.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Brexit: Libra afunda para mínimo de 32 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião