Incêndios: Bruxelas propõe ajuda de quatro milhões à Madeira

  • Lusa
  • 24 Janeiro 2017

A Comissão Europeia propôs hoje formalmente um auxílio de cerca de quatro milhões de euros à Madeira. Bruxelas já antecipou 10%.

A Comissão Europeia propôs hoje formalmente um auxílio de cerca de quatro milhões de euros à Madeira, provenientes do Fundo de Solidariedade da União Europeia, para ajudar a fazer face aos prejuízos causados pelos incêndios de agosto de 2016.

O pacote de assistência financeira hoje proposto pelo executivo comunitário aguarda agora a aprovação do Parlamento Europeu e do Conselho (Estados-membros), tendo Bruxelas já adiantado no ano passado 10% do montante da ajuda agora formalmente proposta.

A 10 de novembro de 2016, a Comissão Europeia já desembolsou 392.500 euros como adiantamento da ajuda do Fundo de Solidariedade da União Europeia à Madeira, explicando que o montante havia sido calculado com base na avaliação preliminar do pedido formal de assistência que recebeu das autoridades portuguesas a 21 de setembro.

Estimava-se que o total de auxílios ascenderia a 3,92 milhões de euros, pelo que se antecipou 10%.

A Comissão explicou na ocasião que assim que tivesse concluído a apreciação do pedido de ajuda formulado por Portugal na sequência dos incêndios de agosto passado na Madeira, proporia o montante definitivo de ajuda, o que aconteceu então hoje.

Os incêndios da segunda semana de agosto causaram três mortos, um ferido grave, destruição parcial ou total de 300 habitações, dezenas de desalojados e prejuízos avaliados em 157 milhões de euros.

epa05603360 YEARENDER 2016 AUGUST  A view of a forest fire in Funchal, Madeira Island, Portugal, 09 August 2016. The fire has led to the evacuation of 400 people.  EPA/GREGORIO CUNHA
Panorama dos incêndios no Funchal a 9 de agosto de 2016. Na altura, os fogos obrigaram à evacuação de 400 pessoas. EPA/GREGORIO CUNHAEPA/GREGORIO CUNHA 9 Agosto, 2016

A Comissão Europeia propôs ainda esta terça-feira uma ajuda de 7,3 milhões de euros a Chipre, igualmente do Fundo de Solidariedade, para ajudar Nicósia a fazer face aos prejuízos decorrer da grave seca de 2016, que esteve na origem de incêndios florestais e resultou em escassez de água para a população.

“Não esquecemos as populações de Chipre e da Madeira. Uma vez mais, estas tragédias vieram evidenciar a importância da solidariedade da União Europeia em momentos de necessidade. Passamos hoje das palavras à ação, com a atribuição de assistência financeira para ajudar as comunidades afetadas, revitalizar a atividade económica e apoiar os esforços de reconstrução”, disse a comissária da Política Regional, Corina Cretu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Incêndios: Bruxelas propõe ajuda de quatro milhões à Madeira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião