Direto PS: Offshores são uma matéria “grave e preocupante”

  • Marta Santos Silva
  • 22 Fevereiro 2017

No mesmo dia em que a Comissão Europeia e o FMI criticaram Portugal por progredir pouco no campo das reformas, e ainda na sombra da polémica das offshores, o primeiro-ministro respondeu aos deputados.

O debate quinzenal desta quarta-feira foi dominado por perguntas acerca da transferência para fora do país de 10 mil milhões de euros para paraísos fiscais, sem terem sido fiscalizadas pela Autoridade Tributária, entre 2011 e 2014. O primeiro-ministro e os líderes do PCP e do partido ecologista Os Verdes “lamentaram” que Pedro Passos Coelho não trouxesse já justificações, e o líder do PSD e Assunção Cristas defenderam que sejam apurados os pormenores da situação, sublinhando os esforços feitos pelo anterior Executivo no combate à evasão fiscal.

Também na ordem do dia esteve a venda do Novo Banco. António Costa garantiu que o Estado “em caso algum perderá os 3900 milhões de euros” emprestados ao Fundo de Resolução, que deverão ser pagos pelo sistema financeiro mesmo que a venda da instituição se processe por um valor inferior, embora sem referir garantias que o Fundo de Resolução possa eventualmente dar.

Mantiveram-se também as críticas à atuação da maioria parlamentar de esquerda na Comissão de Inquérito à Caixa Geral de Depósitos, com o PSD e o CDS a referirem repetidamente que há “falta de transparência” nesta questão. Questionado sobre se os advogados de António Domingues tinham sido remunerados pela Caixa Geral de Depósitos, António Costa disse não ter informação sobre o assunto.

Releia abaixo o minuto a minuto do debate quinzenal desta quarta-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PS: Offshores são uma matéria “grave e preocupante”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião