Bial: Governo aprova investimento de 37,4 milhões

  • Lusa
  • 27 Fevereiro 2017

A minuta do contrato de investimento de 37,4 milhões de euros da Bial para desenvolver novos medicamentos nas áreas dos sistemas nervoso central e cardiovascular foi hoje aprovada.

A minuta do contrato de investimento de 37,4 milhões de euros da BIAL para desenvolver novos medicamentos nas áreas dos sistemas nervoso central e cardiovascular foi hoje aprovada e publicada em Diário da República.

“Considera-se que o projeto reúne as condições necessárias à concessão de incentivos financeiros previstos para os grandes projetos de investimento”, afirma o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, no despacho hoje publicado. O Governo considerou que o investimento de 37,4 milhões de euros da Bial vai contribuir para gerar novas oportunidades de emprego, através da criação, até ao final de 2019, de 11 postos de trabalho diretos e permanentes, bem como a manutenção dos atuais 269 postos.

"Considera-se que o projeto reúne as condições necessárias à concessão de incentivos financeiros previstos para os grandes projetos de investimento”

Manuel Caldeira Cabral

ministro da Economia

Também se prevê a afetação, pela BIAL, de um número mínimo de 48 postos de trabalho diretos e permanentes, dos quais cinco correspondentes à criação de novos postos de trabalho qualificados, e, ainda, a afetação à atividade de investigação e desenvolvimento (I&D), até ao final de 2024, de 110 postos de trabalho permanentes.

O projeto da Bial pretende, através de estudos não-clínicos e clínicos, identificar o potencial terapêutico de novos compostos nas áreas dos sistemas nervoso central e cardiovascular, de forma a determinar os seus efeitos farmacodinâmicos, farmacológicos e clínicos, e a avaliar o seu perfil de segurança e de eficácia. “Os objetivos do Projeto são a obtenção de informações sobre a atividade farmacológica e de segurança através de estudos ‘in vitro e in vivo’, e a confirmação da tolerabilidade, da segurança e da eficácia dos compostos em estudos clínicos”, lê-se no preâmbulo da minuta.

A concessão de incentivos financeiros à Bial justifica-se também, segundo o Governo, por contribuir para uma melhoria da balança comercial e tecnológica de Portugal, não só através da venda direta dos novos medicamentos no mercado externo, como também, da possibilidade de licenciamento a empresas estrangeiras do know-how da BIAL – Portela.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bial: Governo aprova investimento de 37,4 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião