Mota a acelerar. E a bolsa? A derrapar

As ações da construtora dispararam perto de 5%, mas coube à Jerónimo Martins, Sonae e Nos ditar o ritmo de perdas em Lisboa.

A bolsa nacional encerrou a primeira sessão da semana com uma queda ligeira e em contraciclo com a Europa. O sentimento em Lisboa foi ditado pela desvalorização das retalhistas Jerónimo Martins e Sonae, mas também da Nos. Destaque positivo para a Mota-Engil, cujos títulos dispararam quase 5%, mas também para a Galp e universo EDP.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mota a acelerar. E a bolsa? A derrapar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião