BlackRock volta a ter participação qualificada no BCP

  • Lusa
  • 6 Abril 2017

Fundo norte-americano passou a deter uma participação no BCP superior a 2%, comunicou hoje o banco através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com a nota, na sequência das transações efetuadas na terça-feira, o BlackRock passou a deter uma participação qualificada de 2,04% no capital social do BCP, detendo atualmente um total de 15.113.989.952 direitos de voto.

A 10 de fevereiro, o BlackRock tinha comunicado ter passado a deter uma participação no BCP inferior a 2%, depois de a 02 de fevereiro ter anunciado um reforço da sua participação para os 3,01% do capital social do banco.

O BCP realizou em fevereiro um aumento de capital de 1,33 mil milhões de euros, que foi totalmente subscrito.

A chinesa Fosun aproveitou o aumento de capital do BCP para reforçar a sua posição para cerca de 24%, mantendo-se como maior acionista do banco liderado por Nuno Amado, mas abaixo dos 30% a que pode chegar, enquanto a Sonangol e a EDP acompanharam a operação e mantêm as suas participações, de cerca de 15% e 2%, respetivamente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BlackRock volta a ter participação qualificada no BCP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião