Nasdaq em máximo histórico, supera os seis mil pontos

Resultados de empresas como a McDonald's e a Caterpillar estão a animar Wall Street.

Wall Street está em alta e a bater máximos. Os três principais índices que integram a bolsa de Nova Iorque abriram o verde e com um desempenho invejável.

O industrial Dow Jones valoriza 0,98%, tendo o índice aumentado mais 150 pontos com a Caterpillar a subir mais de 6% e a McDonalds mais de 2%. A Caterpillar reviu em alta as suas previsões de receitas em 2017 para um intervalo entre 38 e 41 mil milhões de dólares, um desempenho alimentado sobretudo pelas melhores perspetivas face ao mercado chinês. Os analistas apostam assim ao fim de um pântano de mais de quatro anos, depois de ter cortado custos. Os resultados trimestrais também foram melhores do que o esperado pelos analistas.

Já a McDonald’s registou um surpreendente ganho nas vendas no primeiro trimestre do ano (4%), quando os analistas apontavam para apenas 1,3%. A receita total do gigante dos hambúrgueres foi de 5,68 mil milhões de dólares nos três primeiros meses do ano. Os analistas consideram que a reinvenção do Big Mac e promoções mais agressivas ao nível das bebidas estão a ajudar os restaurantes de fast food a superar o abrandamento global que se verifica.

O S&P 500 0,36% e o tecnológico Nasdaq 0,5% transacionando acima dos seis mil pontos, pela primeira vez.

Este desempenho do índice tecnológico reflete as expectativas dos investidores relativamente aos resultados de empresas como a Alphabet, a dona do Google, da Microsoft, da Amazon, da Intel e do Twitter que são conhecidos esta semana.

Isto depois de as ações na Europa também terem tocado em máximos de 20 meses e os mercados emergentes também registarem subidas significativas com o apetite pelo risco ainda em alta, alimentado pelos resultados das eleições em França. A primeira volta das eleições presidenciais ditou a passagem de Emmanuel Macron e Marine Le Pen. A segunda volta vai agora ser disputada a 7 de maio.

“As atenções vão rapidamente passar a incidir sobre Washington com a expectativa de que o Presidente norte-americano Donald Trump revele esta quarta-feira o seu pacote fiscal“, à medida que se aproximam a passos largos os 100 dias da Administração Trump, que se celebram no sábado, sublinha Jim Reid, um estratega do Deutsche Bank em Londres, numa nota, citada pela Bloomberg. A Casa Branca está certa que um crescimento mais elevado poderá levar a um corte nos impostos.

A decisão de Trump em impor uma nova tarifa aduaneira às importações de madeira — até 24% — voltou a alimentar os receios de protecionismo e o dólar canadiano já se recente com uma queda.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nasdaq em máximo histórico, supera os seis mil pontos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião