A toureira, o génio e o juiz: já se conhece a lista dos candidatos de Macron

Macron já escolheu os 428 candidatos ao Parlamento francês nas legislativas do mês que vem. Há uma antiga toureira, um génio matemático, um juiz famoso e um militar que serviu na Síria.

Já são conhecidos os nomes dos 428 candidatos do partido de Emmanuel Macron que vão disputar os lugares da Assembleia Nacional com os restantes partidos, incluindo a Frente Nacional de Marine Le Pen. O recém-eleito Presidente da República francesa prometeu preencher os corredores do Parlamento com nomes fora da política, na expectativa de conquistar a maioria absoluta para fazer passar as reformas que está a planear. E assim fez.

Segundo o The Guardian, entre os candidatos estão nomes como: Marie Sara, uma antiga toureira e ex-mulher do tenista Henri Leconte; Cedric Villani, vencedor de uma medalha Fields em 2010, o equivalente a um prémio Nobel na área da matemática; Eric Halphen, um conhecido juiz francês que se celebrizou no país pelo combate à corrupção; e Marion Buchet, um membro da Força Aérea que esteve a fazer serviço militar na Síria.

São apenas alguns nomes que ressaltam à vista entre as mais de quatro centenas de candidatos do partido “La Republique En Marche” (La REM) para as eleições legislativas francesas, que se disputam já em junho. A lista tem ainda paridade absoluta, com 214 mulheres e 214 homens. Do total, 52% são nomes da sociedade civil, com carreiras longe dos corredores parlamentares, de acordo com o jornal britânico.

O candidato mais jovem da lista tem 24 anos e o mais velho tem 72. Além disso, 93% estão empregados — os restantes estão em situação de desemprego, são estudantes ou encontram-se reformados. Nos últimos quatro meses, 19.000 pessoas disponibilizaram-se para concorrer pelo antigo movimento “En Marche”, que elegeu Emmanuel Macron este fim de semana.

A lista de nomes surge depois de Manuel Valls, antigo primeiro-ministro francês, ter admitido concorrer pelo partido de Macron. O socialista disse-o numa entrevista e terá mesmo formalizado a intenção, mas não foi aceite pelos dirigentes do La REM por ainda ser militante do Partido Socialista e por ter já exercido três mandatos em cargos públicos. Valls está agora na iminência de ser expulso do PS por isso.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A toureira, o génio e o juiz: já se conhece a lista dos candidatos de Macron

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião