5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

  • Cristina Oliveira da Silva e Margarida Peixoto
  • 19 Maio 2017

A situação no Brasil promete continuar a centrar atenções, depois das suspeitas de corrupção que envolvem Temer. O dia será ainda marcado pela divulgação de resultados da Euronext.

A expectativa dos investidores volta-se esta sexta-feira para o Brasil. Depois do trambolhão provocado nas bolsas por causa da suspeição que recai sobre Michel Temer, os desenvolvimentos da nova crise política brasileira serão cruciais para o comportamento dos mercados. Mas não é tudo: haverá dados sobre a confiança dos consumidores no euro, contagem das plataformas petrolíferas em atividade nos Estados Unidos e discursos de líderes que vale a pena seguir.

Holofotes voltados para o Brasil

O Brasil está mergulhado numa nova crise política, depois de um deputado ter formalizado a queixa contra o Michel Temer. A imprensa brasileira dava conta, na quinta-feira, de uma gravação que mostra Michel Temer a aprovar um pagamento “para comprar o silêncio de Cunha” e que já chegou às mãos do Supremo Tribunal Federal. O dia de ontem foi, por isso, marcado por um crash na bolsa brasileira.

CTT distribuem dividendos

Os CTT distribuem dividendos aos acionistas, relativos ao exercício de 2016. O valor bruto do dividendo é de 48 cêntimos por ação, o que corresponde a um valor líquido de 34,56 cêntimos. Em janeiro, a empresa já dizia que iria manter a proposta de dividendo mínimo a pagar aos acionistas, apesar de os resultados do último trimestre de 2016 terem sido piores do que o esperado.

Constâncio fala sobre união bancária

O vice-governador do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, fala sobre união bancária na conferência conjunta entre BCE e Comissão Europeia. O evento, que tem lugar em Bruxelas, também conta com Peter Praet, do BCE, a moderar o painel que discute respostas ao nível reduzido de integração bancária.

Euronext avança resultados do primeiro trimestre

A Euronext divulga os resultados relativos ao primeiro trimestre de 2017. A plataforma que reúne as bolsas de Amesterdão, Bruxelas, Londres, Paris e Lisboa terminou o ano de 2016 com um crescimento de 14% nos lucros, um resultado que atribuiu ao desempenho operacional que terá mais do que compensado a pressão exercida sobre os volumes de negociação.

EUA: Plataformas petrolíferas em atividade

A prestadora de serviços para o setor petrolífero norte-americana Baker Hughes avança a contagem semanal das plataformas de petróleo em produção nos Estados Unidos. A Arábia Saudita e a Rússia já disseram que são a favor de prolongar o corte da produção da matéria-prima até ao final de março do próximo ano e vão defender essa posição antes da reunião, no final do mês, dos produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião