Direto Costa: “A margem que nós agora ganhamos [com o PDE] é estreita”

Esta terça-feira realiza-se o primeiro debate quinzenal depois da recomendação da Comissão Europeia de retirar Portugal do PDE.

António Costa enfrentou os deputados esta terça-feira de tarde depois da Comissão Europeia ter recomendado a saída de Portugal do Procedimento por Défices Excessivos (PDE). Depois de se ter dirigido ao país esta segunda-feira, o primeiro-ministro respondeu às questões dos partidos. À esquerda pede-se mais margem orçamental para investir na economia e melhorar as condições de vida dos portugueses, nomeadamente através do aumento dos escalões do IRS. À direita, PSD e CDS querem que o Governo seja prudente para que Portugal não regresse aos défices excessivos. Costa afirmou neste debate quinzenal que a margem de flexibilidade conquistada é “estreita”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Costa: “A margem que nós agora ganhamos [com o PDE] é estreita”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião