Morreu Medina Carreira (1931-2017)

  • ECO
  • 3 Julho 2017

O ex-ministro das Finanças morreu esta segunda-feira, no hospital, onde estava internado. Tinha 86 anos.

Morreu Medina Carreira. O antigo ministro das Finanças faleceu aos 86 anos, revela a SIC Notícias. O comentador da atualidade económica estava internado há várias semanas, tendo falecido no hospital vitima de doença prolongada.

Nascido em Bissau, capital da Guiné, em 1931, Medina Carreira foi, nos últimos anos, presença assídua no pequeno ecrã, no programa de comentário “Olhos nos Olhos” emitido pela TVI 24. Foi também comentador SIC, nomeadamente no programa “Plano Inclinado”, transmitido pela SIC Notícias entre 2009 e 2011.

Teve duas passagem pelo governo. Foi Subsecretário de Estado do Orçamento no VI Governo Provisório em 1975 e logo de seguida Ministro das Finanças do I Governo Constitucional de julho de 1976 a janeiro de 1978.

Licenciado em Direito, em 1962, pela Faculdade de Direito, da Universidade de Lisboa, dedicou a sua carreira à advocacia, à consultoria em empresas e à docência universitária, a última das quais exercida no Instituto Superior de Gestão, no Instituto Universitário de Lisboa e no Instituto Estudos Superiores Financeiros e Fiscais.

Numa primeira reação, António Costa lamentou a perda de um amigo.

(Notícia atualizada às 21h35 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Morreu Medina Carreira (1931-2017)

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião