Setor tecnológico pesa em Wall Street

  • Juliana Nogueira Santos
  • 6 Julho 2017

Os índices de referência norte-americanos seguem a desvalorizar, numa sessão pressionada pelos números do emprego e pelo setor tecnológico.

As boas notícias da Reserva Federal não animaram os investidores. Os principais índices norte-americanos começaram a sessão desta quinta-feira em terreno negativo, ainda que a instituição liderada por Janet Yellen esteja determinada a subir a taxa de juro diretora, levando-a para perto dos 2%. Apesar nos índices estarão os valores do emprego no setor privado, principalmente na tecnologia, que ficaram atrás do esperado.

O Relatório Nacional de Emprego do Instituto ADP mostra que em junho as empresas privadas contrataram 158.000 pessoas, bem atrás dos 185.000 que os analistas esperavam. “Os investidores ajustam sempre as suas expectativas quando estes números são conhecidos”, disse à Reuters Naeem Aslam, analista do Think Markets UK. “Mas, no geral, achamos que este número não é mau porque é apenas a segunda vez que falha a previsão.”

Assim, o industrial Dow Jones abriu a recuar 0,25% para 21.423,93 pontos, enquanto o S&P 500 recuava 0,39% para 2.423,44 pontos. Por sua vez, o tecnológico Nasdaq abriu a registar a maior queda, recuando 0,67% para 6.109,605 pontos.

O setor tecnológico é aquele que mais pesa nesta sessão, com as ações da Facebook, da Testa, da Apple, da Netflix e da Alphabet, casa mãe da Google, a negociarem no negativo. Este, que tem sido o setor a acumular mais ganhos este ano, tem estado a derrapar, tendo já perdido 4% no último mês.

Comentários ({{ total }})

Setor tecnológico pesa em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião