CNN: oito razões para o Porto ser mais cool do que Lisboa

Animem-se os tripeiros, entristeçam-se os alfacinhas. Ou então não. A CNN apresenta oito razões que fazem do Porto mais cool do que a capital. E isso é motivo de orgulho para ambos. Ou não?

Foz do Rio Douro dá lugar a uma das praias mais bonitas da Europa, escreve a CNN Travel.

A CNN não tem dúvidas. A cadeia norte-americana compara Lisboa ao Porto e apresenta oito razões para considerar a Invicta mais cool do que a capital portuguesa.

Segunda cidade portuguesa em termos de dimensão, e com o centro histórico considerado Património Mundial pela UNESCO, o Porto tem vindo a ganhar notoriedade dentro e fora de fronteiras, seja pela recuperação urbana, pela movida da cidade e, provavelmente, pelo número de estrelas Michelin conquistadas nos últimos anos pelos seus chefs.

Comparada com Lisboa, o Porto ganha, considera a CNN. As razões são elencadas e explicadas abaixo. Ora veja:

  1. Tripeiros x Alfacinhas: O nome dos habitantes do Porto deriva da designação de um prato tradicional da cidade — as tripas –, acompanhado com feijão e enchidos. A razão, considera a cadeia de televisão, é mais válida do que a dos que levam a chamar aos habitantes de Lisboa, “alfacinhas”, pela presença de vendedores de verduras na rua. “Os tripeiros vão dizer que os hábitos de alimentação refletem os estilos contrastantes da cidade: o Porto é sólido, com sentido, trabalha duro; Lisboa está deitada, decadente e vaidosa”, lê-se no artigo.
  2. Douro x Tejo: Os dois rios, um de cada cidade, desaguam no Atlântico. Mas o Douro serve de envelope, “abraça” a cidade. O nome vem de “rio de ouro” e, com cinco pontes a atravessá-lo, torna o ambiente mais familiar. No caso de Lisboa, o rio abre a cidade ao mundo e forma um dos mais largos estuários da Europa. Não chega, considera a CNN.
  3. Ribeira x Alfama: “A Ribeira tem tabernas antigas, a cultura da tradição, e todas as características de uma pessoa mais velha”, explica Maria Olinda Ramisio, entrevistada pela CNN. Os históricos bairros das duas cidades têm marcas da singularidade medieval, “com igrejas antigas” e “fachadas ocres”. E ainda que a Ribeira e Alfama partilhem muitas características, o bairro histórico do Porto é “mais íntima e, talvez, até um pouco claustrofóbica”.
  4. Batalha de praias: Com quilómetros de Costa, tanto o Porto como Lisboa contam com regiões circundantes de praias apetecíveis. A CNN destaca Cascais, as praias perto de Sintra, a Costa da Caparica e a Arrábida como as areias mais apetecíveis. Mas o Porto ganha também aqui, com praias mais perto do que as de Lisboa. “O resort da Foz está mesmo no limite da cidade, onde o Douro se cruza com o oceano (…) o que faz dele uma das melhores praias urbanas de Portugal”.
  5. E de noite? Galerias de Paris, Praça dos Leões: sempre que pede recomendações para sair, no Porto, deverá ouvir falar nestes nomes. A garantia é da CNN Travel, que destaca a enorme quantidade “de novos sítios fancy para tomar um copo ou dançar toda a noite.” Salvaguardando, no entanto, que tanto o Porto como Lisboa são cidades onde não há, propriamente, muita gente, “em frente à televisão às dez da noite”.
  6. Porto x ginginha: O licor doce lisboeta bebido na Praça do Rossio pelos repórteres da cadeia norte-americana não foi suficiente para suplantar o Porto… do Porto. O vinho, “que leva o nome da cidade, foi considerado um dos melhores do mundo durante séculos, amado por Lordes ingleses, czars russos e conhecedores de todo o mundo.”
  7. Melhor vista: Construídas em cima de colinas, nas duas cidades é possível encontrar facilmente uma “vista rio”. E se, em Lisboa, a vista das Portas do Sol sobre os telhados e azulejos de Alfama oferece uma das melhores visões do rio Tejo, os miradouros da Graça e de São Pedro de Alcântara não deixam nada a desejar. Só que, considerando o Porto, a melhor vista é mesmo a cidade… vista do outro lado do Douro. Escreve a CNN que em frente à Igreja de Nossa Senhora do Pilar oferece um dos melhores pores-do-sol de que há memória… na Invicta.
  8. Sociedade ‘cafezeira’: A lista é curta: Confeitaria Nacional e Versailles, em Lisboa Guarany e The Majestic, no Porto são os destaques da publicação. Os cafés históricos, construídos noutros tempos e com marcas que vão deste a Belle Epoque aos tempos de poetas e escritores mundialmente conhecidos fazem da tradição de “tomar um café” uma coisa para turista ver… e comprovar. E até se diz que foi no Majestic, no Porto, que nasceu a personagem Harry Potter: o café era o favorito da escritora J. K. Rowling.

Comentários ({{ total }})

CNN: oito razões para o Porto ser mais cool do que Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião