Procura por obrigações de retalho supera 1.500 milhões

O rácio de procura por esta emissão ficou nos 1,26 vezes a oferta de 1.200 milhões de euros em OTRV.

Foi o prémio mais baixo de sempre mas nem por isso a quinta emissão de obrigações para o retalho (OTRV) deixou de registar uma forte procura da parte dos investidores. O IGCP recebeu ordens de compra 1,26 vezes superior aos 1.200 milhões de euros que pretendia obter, revelou esta segunda-feira a Euronext Lisbon. Esta emissão ficou nas mãos de perto de 69 mil investidores.

De acordo com os dados apurados pela gestora da bolsa nacional, esta quinta emissão de OTRV teve uma procura válida de 1.508 milhões de euros, para um total de oferta de 1.200 milhões, de onde resulta um rácio entre procura e oferta de 1,26x. O nível de procura dos investidores justificou uma revisão em alta do valor inicialmente previsto para esta operação por parte da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública. O valor inicial desta emissão era de 500 milhões de euros que, entretanto, foram elevados para os 1.200 milhões da oferta final.

Apesar de a procura ter superado a oferta total, o rácio entre a procura e a oferta é mais baixo quando comparado com a última emissão deste âmbito que foi realizada em abril deste ano. Na ocasião, o IGCP colocou um total de mil milhões de euros através deste instrumento de dívida vocacionado para os pequenos investidores, numa operação em que a procura foi de 1,42 vezes a oferta. Esta diminuição do rácio poderá estar relacionada com o facto de esta colocação apresentar o prémio mais baixo do histórico de emissões de OTRV: 1,6%. Contudo, esse prémio supera a taxa de juro a que as obrigações do Tesouro no mesmo prazo — de cinco anos — negoceiam no mercado secundário. A yield nessa maturidade está nos 1,211%.

No que respeita aos resultados desta quinta emissão, atraiu um total de 68.874 investidores, sendo que a maioria não foi além de investimentos até 20 mil euros (62.076 investidores). Mais de 90% dos investidores que participaram nesta operação não ultrapassaram este limite de investimento. Contudo, houve um conjunto de 93 investidores (0,1%) que aplicaram mais de 500 mil euros neste instrumento de dívida vocacionado para os investidores do retalho.

Do total de 1.200 milhões de euros, cerca de 998,5 milhões tiveram como destino investidores que aplicaram até 20 mil euros, enquanto 196,8 milhões foram atribuídos por rateio. Acresceram ainda cerca de 4,7 milhões que foram distribuídos por rateio.

(Notícia atualizada às 17h10, com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Procura por obrigações de retalho supera 1.500 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião