CEO da Fox doa um milhão a organização que luta contra nazis

  • ECO
  • 18 Agosto 2017

James Murdoch, filho de Rupert Mudoch, está preocupado com a reação do Presidente norte-americano à violência em Charlotesville. Vai doar um milhão a uma organização que luta contra discriminação.

James Murdoch, presidente executivo da Twenty-First Century Fox.Alessia Pierdomenico/Bloomberg

James Murdoch, presidente-executivo da Twenty-First Century Fox e filho de Rupert Murdoch, também está preocupado com a reação de Donald Trump à violência em Charlottesville e, numa carta endereçada a amigos, revelou que vai fazer um donativo de um milhão de dólares a uma organização não-governamental que luta contra a discriminação religiosa e racial.

De acordo com o The New York Times, citando a missiva, James Murdoch afirmou que “resistir aos nazis é essencial”, considerando que donativo à Anti-Defamation League, uma instituição de cariz religioso com missão de promover igual tratamento entre todos, vem ajudar “uma força extraordinária para a vigilância e força face ao fanatismo”.

“A presença de ódio na sociedade foi destapada enquanto vimos as suásticas desfilarem nas ruas de Charlottesville e os atos de terrorismo brutal e de violência perpetrados por uma multidão racista”, disse o filho do magnata Rupert Murdoch, considerado um aliado próximo do Presidente norte-americano.

"A presença de ódio na sociedade foi destapada enquanto vimos as suásticas desfilarem nas ruas de Charlottesville e os atos de terrorismo brutal e de violência perpetrados por uma multidão racista.”

James Murdoch

CEO da Twenty-First Century Fox

“Eu não acredito que até tenho de escrever isto: resistir aos nazis é essencial; não há bons nazis. Ou membros do KKK, ou terroristas. Democratas e republicanos e outros têm de estar todos de acordo em relação a isto”, sublinhou James Murdoch.

A carta e o donativo do CEO Twenty-First Century Fox surgem numa altura em que muitos dos líderes empresariais procuram distanciar-se do Presidente norte-americano.

Além de ter demorado a reagir à manifestação de extrema-direita que juntou supremacistas brancos, neonazis e outros grupos ligados à intolerância racial nas ruas daquela localidade do estado da Virginia, as palavras de Trump também não foram bem recebidas. Trump falou em “muito boas pessoas” em ambos os lados da manifestação.

Também o CEO da Apple revelou na quarta-feira que a empresa vai doar um milhão de euros ao Southern Poverty Law Center e à Anti-Defamation League, que combatem grupos de ódio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CEO da Fox doa um milhão a organização que luta contra nazis

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião