Angry Birds vão para a bolsa. E querem expandir a capoeira

A Rovio, a empresa que criou a saga Angry Birds, anunciou que tem planos para entrar na bolsa. Quer angariar capital para lançar mais jogos e também um filme: The Angry Birds Movie 2.

Os Angry Birds são uma saga de jogos para dispositivos móveis que foi muito popular no início da década. Os pássaros também deram origem a um filme.Pixabay

Os Angry Birds conquistaram milhões de telemóveis muito antes do Pokémon Go. A aplicação foi um sucesso no início da década, mas uma crise financeira na empresa que criou a saga, a Rovio, colocou os pássaros fora do radar nos últimos tempos. Agora, é tempo de recuperação, mas também de preparativos para entrar em bolsa.

Com sede na Finlândia, a Rovio Entertainment conseguiu retomar o crescimento, depois de alterar a forma como cobra pelos jogos que desenvolve. Está, no entanto, a preparar o próximo passo: segundo a Bloomberg, a empresa apresentou os planos para lançar uma oferta pública inicial na bolsa de Helsínquia.

O objetivo passa por angariar capital para pôr no mercado o filme The Angry Birds Movie 2, com lançamento previsto para 2019, e criar novos jogos para dispositivos móveis. De acordo com a agência, o dono da Rovio, Kaj Hed, bem como alguns dos atuais acionistas privados, irão vender ações, a par com cerca de 30 milhões de euros de novos títulos que passarão a cotar na bolsa.

Contas feitas, a empresa deverá finalizar a operação com uma avaliação global em torno dos 2.000 milhões de euros e com novos jogos na calha. Ao mesmo tempo, o valor deverá traduzir-se numa fortuna de 1.400 milhões de euros para Kaj Hed, que detém 69% da empresa depois de ter investido, há dez anos, um milhão de euros na sua criação.

A Rovio registou um crescimento nas receitas de 94% no segundo trimestre, no valor de 86,2 milhões de euros. O segmento dos jogos cresceu 65% para 61,3 milhões de euros, segundo dados da Bloomberg, depois de a empresa passar a cobrar por serviços no interior das aplicações, ao invés de cobrar o download da aplicação nas lojas.

A esmagadora maioria das receitas são provenientes do jogo Angry Birds 2, embora a empresa já tenha lançado outras sagas no mercado, como é o caso de Battle Bay.

Comentários ({{ total }})

Angry Birds vão para a bolsa. E querem expandir a capoeira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião