Irlanda conclui reembolso antecipado ao FMI

  • Lusa
  • 7 Setembro 2017

A Irlanda anunciou hoje que vai terminar o reembolso antecipado do empréstimo concedido pelo FMI, no quadro do programa de assistência financeira internacional concedido depois da crise financeira.

O governo pretende reembolsar 4,5 mil milhões de euros de empréstimos que venciam em 2021 e 2023, de acordo com um comunicado divulgado pela agência de dívida da Irlanda.

Ao pagar este montante antes do prazo previsto, o país vai poupar 150 milhões de euros, correspondentes aos juros que teria de pagar nos próximos anos.

O FMI emprestou 22,5 mil milhões de euros ao país no âmbito do programa de assistência financeira e a Irlanda pagou antecipadamente 18 mil milhões entre dezembro de 2014 e março de 2015, depois de a União Europeia (UE) ter concordado com a possibilidade de pagamento antecipado ao FMI.

Após a crise financeira de 2008, a Irlanda teve de contrair uma pesada dívida para ajudar o setor bancário, ameaçado de colapso pela bolha no imobiliário. Em 2010, foi-lhe concedido um empréstimo no valor total de 85 mil milhões de euros, tendo como principais credores a UE e o FMI.

Além do pagamento ao FMI, a Irlanda anunciou também a intenção de reembolsar a Suécia e a Dinamarca por facilidades de crédito.

Do total do programa de resgate, a Irlanda ainda tem de pagar 45 mil milhões de euros, essencialmente a organismos europeus, segundo o comunicado.

O país tem beneficiado nos últimos anos de um desempenho económico que lhe tem permitido um acesso ao mercado com condições mais favoráveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Irlanda conclui reembolso antecipado ao FMI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião