Sindicatos Autoeuropa: “canais de comunicação estão abertos”

  • Ana Batalha Oliveira
  • 7 Setembro 2017

O represententante do SITE-SUL, que reuniu esta quinta-feira com membros dos recursos humanos e da administração da Autoeuropa descreve a reunião como "produtiva". Abriu sobretudo portas ao diálogo.

Após reunião com a administração da Autoeuropa, “está aberto o espaço que há muito vínhamos a reclamar” diz o representante do SITE-SUL, o sindicato mais representativo dos trabalhadores da produtora automóvel. Afasta desta forma a hipótese de uma nova greve.

José Carlos Silva, um dos representante do SITE-SUL, Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul, afirmou que “as soluções irão surgir num processo negocial” em declarações às televisões. Classifica a reunião como “produtiva” pois “estão abertos os canais para o dialogo” e para uma nova reunião entre ambas as partes — sindicatos e administração. Não estão contudo definidas quaisquer datas para o encontro.

Agora é tempo de transmitir as conclusões aos trabalhadores, mas tendo em conta os resultados da reunião, José Carlos Silva rejeita a hipótese de haver uma nova greve na Autoeuropa. Os funcionários têm vindo a protestar contra a proposta da empresa de alargar os horários, nomeadamente aos sábados e o regime de compensação. Além disso, os trabalhadores querem ter a garantia de que poderão folgar em dois dias consecutivos e não alternados.

Deste encontro não havia grandes expectativas já que a administração da Autoeuropa não negoceia com sindicatos — uma orientação idêntica para todas as empresas do grupo Volkswagen — mas sim com a comissão de trabalhadores que neste momento está demissionária. Até dia 22 de setembro é o prazo limite para a entrega de listas para a nova comissão e a escolha chutada para a primeira semana de outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sindicatos Autoeuropa: “canais de comunicação estão abertos”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião