Vencedora do Protechting ganha prémio de inovação na China

Bdeo foi uma das vencedoras do programa de aceleração da Fidelidade e da Fosun. Durante o roadshow na China, venceu o prémio de inovação.

A Bdeo, uma das vencedoras do Protechting deste ano, venceu o primeiro lugar na final do Protechting Innostar, concurso de inovação promovido pelo grupo Fosun em parceria com o governo local de Ningbo, na China.

Protechting Innostar é um concurso de inovação promovido pelo grupo Fosun em parceria com o governo local de Ningbo, na China.D.R.

Dos 13 finalistas — de países como China, Estados Unidos, Portugal, Itália e Espanha — a Bdeo saiu vencedora e recebe um prémio de cerca de 13.000 euros.

O Protechting, programa de aceleração promovido pela Fidelidade e pela Fosun, tem como objetivo “ajudar empreendedores a realizar os seus sonhos, permitindo-lhes colaborar com players domésticos e internacionais relevantes, tais como incubadores, fundos de capital de risco e outras organizações”, avança a empresa em comunicado. Os vencedores participaram no roadshow à China durante os primeiros dias de setembro.

O Protechting Innostar arrancou em janeiro de 2017 e atraiu mais de 1000 equipas de jovens empreendedores, de mais de 31 países. Com foco em temas e empresas das áreas de seguros financeiros, saúde e inteligência artificial, a edição de 2017 “teve em vista a criação de soluções para melhorar a eficiência interna de empresas tradicionais através da inovação tecnológica”, acrescenta a Fidelidade em comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Vencedora do Protechting ganha prémio de inovação na China

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião