Concursos das obras públicas atingem máximos de 2011

  • Lusa
  • 22 Setembro 2017

Valor ultrapassa, pela primeira vez desde 2011, barreira dos 2.000 milhões de euros. Níveis atuais estão, no entanto, ainda longe dos considerados normais, garante a AICCOPN.

Os concursos de obras públicas promovidos até agosto aumentaram 105% em valor e ultrapassaram, pela primeira vez desde 2011, a barreira dos 2.000 milhões de euros, embora continuem ainda “longe dos valores normais”, divulgou hoje a associação setorial.

Em comunicado, a Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) adianta que, nos primeiros oito meses deste ano, o total de concursos de empreitadas de obras públicas promovidos atingiu os 2.108 milhões de euros, sendo esta “a primeira vez que se supera a barreira dos 2.000 milhões desde 2011, ano em que se registou o lançamento de concursos no valor de 2.730 milhões de euros, no cômputo do ano”.

No entanto, nota, “em termos médios, entre 2001 e 2016 a promoção de procedimentos situou-se em 3.026 milhões de euros,” o que demonstra que, apesar do elevado ritmo de crescimento, os níveis atuais ainda estão longe de valores considerados normais”.

No que se refere aos contratos celebrados e reportados no Observatório das Obras Públicas, somaram 739 milhões de euros até agosto, mais 69% em termos homólogos.

Para a AICCOPN, esta é uma evolução que, “apesar de positiva, fica muito aquém do que se verifica ao nível dos concursos promovidos, pelo que o diferencial entre ambos ascende já a 1.369 milhões de euros”.

No período, o total de contratos celebrados e reportados aumentou 52% em termos homólogos e atingiu os 1.292 milhões de euros, tendo os ajustes diretos subido 41%, para 475 milhões de euros, e os concursos públicos progredido 69%, para 739 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Concursos das obras públicas atingem máximos de 2011

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião