Autoridade Tributária apreende mais de 700 mil cigarros em bagagem de porão

  • Cristina Oliveira da Silva
  • 27 Setembro 2017

Em causa está uma dívida potencial de 125 mil euros a título de direitos aduaneiros, IVA e imposto sobre o tabaco, refere o Ministério das Finanças.

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) apreendeu 706.320 cigarros transportados em 50 bagagens de porão. Em causa está uma dívida potencial de 125 mil euros a título de direitos aduaneiros, IVA e imposto sobre o tabaco, refere um comunicado do Ministério das Finanças. Os cigarros, de várias marcas, eram transportados em voo proveniente de Luanda.

“No âmbito da defesa da fronteira externa, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), através da Alfândega do Aeroporto de Lisboa, procedeu à apreensão de 706.320 cigarros de várias marcas (Camel, Kingsport, Marlboro e Rothmans) transportados em 50 bagagens de porão, por viajantes de ambos os sexos, em voo procedente de Luanda”, avança o comunicado enviado às redações.

O tabaco será agora “objeto de inutilização conforme imposição legal”, adianta ainda. De acordo com o Ministério das Finanças, a apreensão do tabaco “só foi possível com a colaboração da equipa da PSP que assegurou a manutenção da ordem pública, e da GNR”.

Comentários ({{ total }})

Autoridade Tributária apreende mais de 700 mil cigarros em bagagem de porão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião