Investimento imobiliário atinge 1,5 mil milhões até outubro. Já superou todo o ano de 2016

De acordo com a Cushman & Wakefield, investimento imobiliário no setor comercial em Portugal deverá atingir um valor recorde em 2017, acima dos 2.000 milhões de euros.

O investimento imobiliário no setor comercial em Portugal atingiu os 1.500 milhões de euros entre janeiro e outubro, tendo já superado o total investido em todo o ano de 2016, uma dinâmica influenciada sobretudo pela atividade dos investidores internacionais, de acordo com a consultora imobiliária Cushman & Wakefield.

A consultora conta quase 40 negócios de investimento já realizados no setor ao longo deste ano e onde o peso de capital estrangeiro ultrapassa os 80%.

Em 2016, o volume total transacionado ascendeu a cerca de 1.300 milhões de euros, pelo que o valor do investimento nos dez primeiros meses deste ano é já superior em 15% face ao registado no total do ano passado.

“O fluxo crescente de capitais alocados ao setor imobiliário numa escala mundial, que tem vindo a pressionar o mercado com níveis recorde de liquidez, associado à excelente relação qualidade/preço dos ativos em Portugal são alguns dos fatores que motivam o investimento no nosso país”, explica a Cushman & Wakefield. “A evolução muito positiva da economia e mercados ocupacionais saudáveis e em crescimento favorecem de igual forma a atratividade dos ativos imobiliários nacionais”, frisa.

"O fluxo crescente de capitais alocados ao setor imobiliário numa escala mundial, que tem vindo a pressionar o mercado com níveis recorde de liquidez, associado à excelente relação qualidade/preço dos ativos em Portugal são alguns dos fatores que motivam o investimento no nosso país.”

Cushman & Wakefield

Comunicado

A consultora estima que o volume de investimento nos 12 meses supere os 2.000 milhões de euros, traduzindo-se numa crescimento de 60% face a 2016 — devendo ultrapassar o recorde alcançado em 2015, quando o investimento chegou aos 1.900 milhões. Estas estimativas têm por base as operações imobiliárias que se encontram em fase avançada de negociação.

Adianta ainda que “num horizonte temporal mais alargado e avaliando o volume de investimento implícito numa amostra muito significativa de ativos de investimento atualmente no mercado, o valor atualmente em pipeline é superior a 3.000 milhões de euros”.

Comentários ({{ total }})

Investimento imobiliário atinge 1,5 mil milhões até outubro. Já superou todo o ano de 2016

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião