Praia, bar e casa de banho: Os melhores “elevadores” para fazer o pitch

  • ECO
  • 9 Novembro 2017

Se a ocasião faz o empreendedor, o melhor é saber quais os lugares ideais para fazer um pitch de sucesso. No dia do pitch final no Web Summit, o ECO foi tentar descobrir o segredo do pitch perfeito.

 

Estes são os dez melhores lugares para fazer um pitch selecionados pelo portugueses no Web Summit. O elevador é só uma das possibilidades.Pixabay

A palavra para um milhão de euros? Espontaneidade. A sala de espera de um aeroporto, a praia ou até mesmo a casa de banho são alguns dos dez lugares mais inusitados e informais onde pode apresentar as suas ideias de negócio, se quiser ter sucesso. Quem o diz são os empreendedores portugueses que andam pelo Web Summit.

1. Torça pelo seu clube e pelo seu negócio

O seu clube do coração está a ter um mau dia? Desvie a sua atenção para o seu negócio e perceba as oportunidades à sua volta. “Começa a falar com quem sentado ao teu lado e talvez tenhas a sorte de encontrar alguém interessado na área ou até que queira participar na empresa”, explica Rui Batista, da Shelfai, que escolhe um jogo de futebol como melhor sítio para fazer um pitch espontâneo. A Shelfai é uma plataforma de compras que usa inteligência artificial para atingir mais clientes (e mais leais) e maior volume de vendas (e mais customizadas).

2. Um banho de sol nunca vem só

“Em Portugal, [fazer um pitch] na praia é sempre um bom sítio”, sublinha Ana Raposo da Cleverti. A empreendedora conta que os seus clientes, que vêm de outros países, gostam muito de ir experimentar os areais portugueses e garante que estes são bons lugares para piscar o olho ao investimento. “Não é por acaso que o Web Summit apostou num Surf Summit”. A Cleverti é uma startup que oferece um serviço de criação de software personalizado, em conta e de alta qualidade para os projetos mais desafiantes.

3. À espera de um avião e da oportunidade da sua vida

A dica é de Daniel Pereira, da Smart Governance: “As salas de espera antes de entrar nos aviões ou até mesmo nos aviões” são ótimos lugares para apresentar as suas ideias de negócio. Inicie a conversa e, se tiver sorte, pode acabar com um novo cliente ou investidor. “Nem todas as conversas acabam em pitch. O que interessa sobretudo é termos relações sinceras”, realça. A Smart Governance é uma plataforma que facilita o processo de tomada de decisões hierárquicas e as reuniões de conselhos e assembleias.

4. Leve o seu pitch aos copos

Vítor Martins, da Pet Universal, não tem dúvidas. Os melhores sítios para, espontaneamente, apresentar a sua ideia de negócio são “tascas e bares”. O empreendedor, que já fechou um contrato no McDonald’s do Restelo e fez um pitch no elevador da Torre Eiffel, garante que é com um copo na mão, em clima descontraído, que os negócios se fazem. A Pet Universal é uma plataforma que digitaliza os processos envolvidos nas clínicas e hospitais veterinários para centralizar os dados dos animais e promover a interação entre profissionais.

5. O Tejo não é apenas um rio

Marta Soares, da SmartLunch, não é nova nestas andanças. A empreendedora que tornou cool levar a marmita para o trabalho atira “o elevador panorâmico da ponte sobre o Tejo” como local ideal para fazer um pitch. “Com aquela vista, pode ser os potenciais investidores ou clientes fiquem inspirados”, remata. A Smart Lunch é uma empresa especializada na produção de marmitas 100% portuguesas. Este ano, faz parte do programa Road2WebSummit.

6. E por falar em comida…

Almoços ou jantares de convívio com amigos e amigos de amigos são os locais perfeitos para encontrar parceiros para o seu negócio. Pelo menos é o que diz Marco Antunes, da NRides. “Ser breve e não passar o resto da refeição a falar sobre isso” são os conselhos do empreendedor, que acredita que o que é preciso é atitude e a vontade de alargar a rede de amizades. Pelo caminho, pode ser que esse processo lhe traga algumas (boas) surpresas, garante. A NRides é uma plataforma que facilita a gestão de eventos.

7. E porque ainda não estamos cheios…

Toda a gente sabe que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. Até para os negócios. “Um bom pequeno-almoço, num hotel, com uma bela vista”, é esse o conselho de Mário Lemos Pires, da KBee. Acabados de acordar, atordoados pela beleza da vista e refastelados nos buffets tradicionais dos hotéis. Há lá sítio melhor para vender algo? Mário diz que não. A KBee é uma startup que oferece soluções de segurança informática a outros negócios.

8. Nem na casa de banho, os deixe a salvo

Luís Bernardo, da bia.pt, acredita que é nos momentos de relaxamento que se fazem os bons negócios. “A casa de banho” é o lugar escolhido pelo empreendedor como o ideal para um pitch espontâneo. “Dê-lhes o sabor do dinheiro que podem ganhar consigo e ficam logo interessados”, confessa. A bia.pt é uma plataforma de vendas inovadora “que entende as necessidades dos seus clientes”.

9. A caminho do sucesso

Não menospreze o tempo que passa nos transportes públicos. É lá que, de acordo com Tiago Pinto, da Phyen, acontecem as melhores conversas de negócios. “Se vir alguém a sentar-se e a abrir o computador, meta conversa. É só ter a lata para perguntar ‘o que é que faz?’ e pode conseguir novos parceiros”, enfatiza o empreendedor. A Phyen é uma startup focada na otimização de sistemas fotovoltaicos.

10. Um clássico nunca falha

“Estava no elevador do hotel a ensaiar um pitch que tinha de apresentar no dia seguinte. Entraram dois homens. Um dele disse ‘estás mal porque estiveste a trabalhar até tarde, mas ela está pior, que até no elevador trabalha’, e começámos a falar dos negócios. Estávamos no 13º andar, portanto até ao lobby tive o tempo necessário”, conta Mariana Oliveira, da Picma. A empreendedora acredita que o elevador é um clássico por uma simples razão: funciona… pelo menos funcionou com ela em Nova Iorque. A Picma é uma empresa que oferece um sistema inteligente de monitorização de painéis solares.

Comentários ({{ total }})

Praia, bar e casa de banho: Os melhores “elevadores” para fazer o pitch

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião