Popular: Vieira Monteiro é o novo presidente do Conselho de Administração

Presidente executivo do Santander Totta passa a presidir também o Conselho de Administração do Banco Popular.

António José Vieira Monteiro, até agora presidente executivo do banco Santander Totta, foi esta quarta-feira eleito presidente do conselho de administração do Banco Popular, informou a instituição bancária em comunicado à CMVM. De acordo com o documento, a acompanhá-lo como vogais, Vieira Monteiro vai ter José Carlos Brito Sítima e Manuel António Amaral Franco Preto.

A entrada de Vieira Monteiro na presidência do Banco Popular surge na sequência da fusão entre os dois bancos, anunciada em junho deste ano.

“Nos termos do disposto no Regulamento n.o 5/2008 da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o Banco Popular Portugal, S.A. informa que nesta data, o Senhor Dr. Carlos Manuel Sobral Cid da Costa Álvares, o Senhor Dr. Pedro Miguel da Gama Cunha, a Senhora Dra. Susana de Medrano Boix e o Senhor Dr. Hugues Victor Albert Pfyffer, respetivamente, cessaram funções de Presidente e de Vogais do Conselho de Administração do Banco Popular Portugal, S.A”, avança o banco em comunicado à CMVM.

Os novos membros do Conselho de Administração do Banco Popular foram eleitos em Assembleia Geral, “para completar o mandato em curso 2015/2018, devidamente autorizados para o exercício das respetivas funções”, acrescenta ainda o comunicado.

Este ano, o banco liderado por Vieira Monteiro aumentou os lucros para 332 milhões de euros até setembro. Em Portugal, os bancos conseguiram multiplicar por 12 os lucros, nos primeiros nove meses do ano.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Popular: Vieira Monteiro é o novo presidente do Conselho de Administração

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião