Polícia Judiciária faz buscas na TAP após denúncia anónima

  • ECO
  • 16 Novembro 2017

A Unidade de Combate à Corrupção da PJ efetuou buscas e apreensões na TAP esta terça-feira. Em causa, suspeitas de corrupção na forma como são distribuídas as escalas.

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) levou a cabo buscas na TAP, tendo apreendido material informático e documentos. A informação foi avançada esta quinta-feira pelo Correio da Manhã e Expresso e confirmada pelo ECO junto de fonte oficial da PJ. As buscas decorreram esta terça-feira.

Em causa, suspeitas de corrupção na forma como as escalas são distribuídas por pilotos e tripulantes, segundo os jornais. As suspeitas terão sido levantadas por uma denúncia anónima. De acordo com o Correio da Manhã, não foram constituídos, para já, quaisquer arguidos.

Ao Expresso, fonte oficial da empresa indicou que a investigação está em “segredo de Justiça” e confirmou que “estiveram nas instalações da empresa autoridades competentes no âmbito de uma investigação policial”. A TAP “colaborou, e colaborará inteiramente, no sentido de fornecer os elementos pretendidos” e acionou “mecanismos internos de averiguação no sentido de esclarecimento dos factos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Polícia Judiciária faz buscas na TAP após denúncia anónima

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião