Fogo fez mais um morto. Governo estende período crítico de incêndios

  • Lusa e ECO
  • 17 Novembro 2017

Um homem na casa dos 70 anos foi encontrado carbonizado esta sexta-feira, na sequência de um incêndio florestal que deflagrou no concelho de Mangualde.

Uma pessoa morreu na sequência de um incêndio florestal que deflagrou no concelho de Mangualde ao início da tarde desta sexta-feira, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

De acordo com a fonte, o alerta para o incêndio em Aldeia Nova, na União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, foi dado às 12h20. “Depois do combate, por volta das 13h45, foi encontrada uma vítima carbonizada”, revelou.

No local, encontrava-se às 16h00 o adjunto dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, Márcio Teles, que revelou que no interior do perímetro do incêndio foi encontrado o cadáver de um homem de 70 ou 71 anos.

A notícia surge no mesmo dia em que se sabe que o Governo decidiu estender mais uma vez o período crítico de incêndios, desta vez até 23 de novembro. Segundo a SIC Notícias, que avançou a informação, a decisão foi tomada devido à “provável ausência de precipitação significativa” neste período.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fogo fez mais um morto. Governo estende período crítico de incêndios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião