Google Maps ganha nova cara

  • ECO
  • 17 Novembro 2017

Novas cores, símbolos e mecanismos de sugestão de destinos. São estas as alterações que a Google Maps vai adotar, nas próximas semanas, para melhorar a navegação dos seus utilizadores.

As ruas mudam, os cafés reinventam-se, as cidades inspiram-se. Tudo isto acontece aos olhos dos utilizadores do Google Maps, que desta vez ganha ele próprio uma nova cara. A aplicação de visualização e pesquisa de mapas e imagens de satélite vai ser atualizada, nas próximas semanas, passando a incluir um novo esquema de cores e ícones, bem como um novo sistema de sugestão de destinos, mas vamos por partes.

Segundo a multinacional tecnológica, foram adicionados novos ícones à aplicação para que seja mais fácil identificar cafés, museus, hospitais ou qualquer ponto de interesse. Além disso, os símbolos em causa estão divididos segundo um novo esquema cromático: laranja para a restauração, rosa para a saúde, turquesa para transportes e azul para entretenimento.

Quanto às alterações nas sugestões de destino, o Google Maps vai passar a refletir os dados que recolheu sobre os utilizadores e as suas viagens nessas propostas. Por exemplo, durante uma viagem de carro, vai indicar a bomba de gasolina mais próxima e se estiver em trânsito poderá dizer-lhe, voluntariamente, onde está localizada a estação de comboio mais perto.

De acordo com a empresa norte-americana, as mudanças serão incorporadas no Google Maps e nos produtos afiliados, nas próximas semanas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Google Maps ganha nova cara

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião