PCP não prevê novo acordo com PS na próxima legislatura

  • ECO
  • 25 Novembro 2017

O PCP e o Partido Socialista têm demasiadas diferenças, afirma Jerónimo de Sousa, que prevê que na próxima legislatura não volta a haver um acordo como o que existe atualmente entre os dois partidos.

O PCP não antevê um novo acordo com o PS na próxima legislatura, segundo disse em entrevista ao semanário Expresso o secretário-geral do Partido, Jerónimo de Sousa. Para o dirigente partidário, os dois partidos têm muitas diferenças que são difíceis de ultrapassar. Assim, afirma que “nas próximas eleições para a Assembleia da República (…) não é preciso uma posição conjunta”.

Ao Expresso, Jerónimo de Sousa garantiu ainda que as eleições autárquicas, onde o PCP perdeu várias câmaras históricas e teve menos eleitos, não influenciaram o comportamento do partido em relação ao Partido Socialista. “Eu ando pelo país, e há alguma tristeza em relação ao resultado das autárquicas, mas daí a haver arrependimentos… isso não tem expressão”, concluiu.

“Este Orçamento do Governo PS consolida os avanços alcançados em 2016 e 2017 e portanto tem um ponto de partida diferente”, afirmou o líder do PCP ao semanário, gabando o OE 2018 como o mais avançado. Questionado sobre a medida mais difícil de conseguir perante reservas do partido do Governo, Jerónimo de Sousa, disse que seria “a proposta que prevê a possibilidade de contratação na Administração Pública”.

Sobre as próximas eleições legislativas, excluiu totalmente um entendimento eleitoral com o partido do Governo, já que “há um pedregulho difícil de remover” entre os dois: “Em matérias estruturantes, o PS não abdicou de uma política de direita”, concluiu Jerónimo de Sousa.

Comentários ({{ total }})

PCP não prevê novo acordo com PS na próxima legislatura

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião