Termina hoje o período de subscrição das obrigações de retalho

Quer investir em Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável? Tem até hoje para fazê-lo. Cuidado com as comissões dos bancos que arrasam a rentabilidade destes títulos de poupança do Estado.

Termina esta terça-feira o período de subscrição das Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV), um produto de poupança do Estado dirigido para as famílias e pequenos investidores. Estes títulos oferecem uma remuneração de 1,1%, sendo a taxa mais baixa de sempre entre as emissões de OTRV já emitidas. Vai investir? Cuidado com as comissões.

As simulações realizadas pelo ECO tendo como base a calculadora disponibilizada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) indicam que será preciso uma aplicação superior a 7.000 euros para extrair uma rentabilidade positiva destas OTRV. Uma vez que estes títulos são vendidos pelos bancos, estes cobram comissões que penalizam de forma severa a remuneração que se pode extrair daqui.

Embora tenha baixado a taxa para o nível mais baixo de sempre, o Governo espera atrair muitos pequenos investidores. De resto, ao elevar para os 1.300 milhões de euros o montante que pretende levantar com esta emissão (inicialmente contava emitir 500 milhões), o IGCP enviou já um sinal de que continua a existir um forte interesse nas OTRV.

Tenham em atenção que cada banco tem o seu preçário e as comissões variam consoante a instituição e terá de ter em atenção se compensa mais subscrever as OTRV num lado do que noutro. Por outro lado, poderá encontrar uma solução de poupança mais ajustada para a sua carteira dos que estes títulos, nomeadamente os Certificados do Tesouro Poupança Crescente (CTPC) lançados no início do mês.

Estas “OTRV dezembro 2022” têm data de vencimento a 5 de dezembro de 2022, com o montante mínimo de subscrição nos 1.000 euros. Os juros são pagos semestral e postecipadamente em 5 de junho e 5 de dezembro de cada ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Termina hoje o período de subscrição das obrigações de retalho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião