Petróleo acentua ganhos com corte da OPEP. Sobe 2%

As cotações da matéria-prima estão a valorizar mais de 2%, com o WTI a aproximar-se dos 60 dólares, depois do prolongamento do corte de produção por parte da OPEP.

Está a ser um dia de ganhos expressivos para o petróleo. Depois de a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) ter decidido prolongar o corte da produção até ao final de 2018, as cotações estão a ganhar mais de 2%.

Os países da OPEP e a Rússia chegaram a um acordo para manter os cortes na produção de petróleo até ao final do ano que vem, uma medida que vem contrariar as expectativas dos analistas, que acreditavam que Moscovo estaria relutante em alinhar com o cartel nesta decisão.

“Estamos unidos, ombro com ombro. Estamos completamente alinhados”, disse o ministro da Energia da Arábia Saudita, Khalid Al-Falih, citado pela Bloomberg, numa conferência de imprensa conjunta com o homólogo russo, Alexander Novak.

Perante esta decisão, e antecipando um reequilíbrio entre a oferta e a procura, as cotações da matéria-prima estão a acentuar ganhos. Depois de terem arrancado com ganhos em torno de 0,5%, com o arranque da negociação em Wall Street os preços sobem quase 2%.

O West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, segue a valorizar 2,09% para os 58,61 dólares, aproximando-se cada vez mais da fasquia dos 60 dólares. Em Londres, o Brent ganha 2,06% para cotar nos 63,93 dólares.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Petróleo acentua ganhos com corte da OPEP. Sobe 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião