OPEP e Rússia em acordo. Corte na produção de petróleo mantém-se até final de 2018

A Rússia e a OPEP chegaram a um acordo para manter os cortes na produção de petróleo até ao final de 2018. Acordo surpreende o mercado.

Os países da OPEP e a Rússia chegaram a um acordo para manter os cortes na produção de petróleo até ao final do ano que vem, uma medida que vem contrariar as expectativas dos analistas, que acreditavam que Moscovo estaria relutante em alinhar com o cartel nesta decisão.

De acordo com a Bloomberg, a decisão de manter os cortes na produção da matéria-prima até ao final de 2018 mostra a solidez do acordo que começou há um ano e ditou uma subida de 20 dólares no preço do barril negociado nos principais mercados, bem como uma queda nos stocks.

“Estamos unidos, ombro com ombro. Estamos completamente alinhados”, disse o ministro da Energia da Arábia Saudita, Khalid Al-Falih, citado pela Bloomberg, numa conferência de imprensa conjunta com o homólogo russo, Alexander Novak.

Depois da notícia, o preço do petróleo recuperou em Londres e Nova Iorque. O contrato de WTI negociava-se a 57,40 dólares, um avanço intradiário de cerca de 0,16%. O Brent, referência para as importações nacionais, valorizava 0,71% para 63,55 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OPEP e Rússia em acordo. Corte na produção de petróleo mantém-se até final de 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião