Subida de rating da Fitch é o “reconhecimento das opções de política económica do Governo”, diz Mário Centeno

Mário Centeno congratulou-se com a revisão em alta do rating para um nível de investimento. Diz que é o reconhecimento da política adotada, E garante que os esforços de consolidação vão continuar.

O Governo já reagiu à subida do rating para um nível de investimento de qualidade. Depois de a Fitch elevar notação em dois níveis, o Ministério das Finanças salientou que “esta classificação reflete o trajeto de controlo da despesa pública e de melhoria da balança corrente”. E “é o reconhecimento das opções de política económica do Governo português”, afirmou o ministro das Finanças, Mário Centeno.

A notação passou de de BB+ para BBB, uma revisão em alta de dois níveis. “A magnitude sem precedentes desta reavaliação foi possível, como refere a agência, pela recente inflexão positiva e estrutural verificada em áreas chave“, refere o comunicado enviado pelo Ministério das Finanças.

Entre essas áreas, Centeno salienta a “robustez do crescimento desde meados de 2016; o dinamismo da criação de emprego e a queda do desemprego para 8,5%; o recente fortalecimento do setor financeiro; a perspetiva constante do cumprimento das metas orçamentais e a firme e sustentável redução da dívida pública que começou a ser registada no corrente ano”.

“A decisão da Fitch, que se junta às da Standard and Poor’s e DBRS, coloca a dívida soberana firmemente classificada em grau de investimento”, nota o comunicado, acrescentando que a “avaliação positiva alarga a base de investidores na dívida da República Portuguesa e vai permitir a entrada da dívida em mais índices de dívida soberana”.

Esforços são para continuar

O Governo acreditou, sempre, que os esforços levados a cabo por Portugal ao longo dos anos deveriam colher este reconhecimento atingido com base num modelo económico sólido, equilibrado e inclusivo”, acrescenta. E diz que os esforços de consolidação vão continuar mesmo com o rating do país já fora de “lixo”.

“O percurso, cada vez mais valorizado por agentes institucionais e privados, deve ser prosseguido. O Governo reitera o compromisso de dar continuidade à aposta na sustentabilidade da consolidação orçamental e do crescimento inclusivo. Fá-lo-á preservando os sucessos alcançados e aprofundando o esforço reformista, baseado no Programa Nacional de Reformas, orientado para melhorar o potencial de crescimento de Portugal”, nota.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Subida de rating da Fitch é o “reconhecimento das opções de política económica do Governo”, diz Mário Centeno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião