MP avalia investigação a “cunha” de Centeno para ver o Benfica

  • ECO
  • 9 Janeiro 2018

Apesar de o Governo negar qualquer interferência nos benefícios fiscais atribuídos a Tiago Vieira, a Procuradoria-Geral da República vai avaliar a investigação do caso.

A Procuradoria-Geral da República está a avaliar investigar as ligações entre Centeno e o clube da Luz. Quer saber se, o facto de Centeno ter recebido bilhetes para assistir a jogos do Benfica, está relacionado de alguma forma com a isenção de IMI atribuída a Tiago Vieira, filho do presidente do clube, avança o Jornal de Notícias (acesso pago).

Apesar de o Governo negar qualquer interferência nos benefícios fiscais atribuídos a Tiago Vieira, a Procuradoria-Geral da República encontra-se a investigar o caso. De acordo com o comunicado do Executivo, “O Ministério não tem qualquer intervenção na atribuição das isenções de IMI previstas no artigo 71, n.º 7, do Estatuto dos Benefícios Fiscais (EBF)”, isenção essa que contudo está prevista na lei para prédios urbanos objetos de ações de reabilitação.

O ministro das Finanças rejeitou esta segunda-feira, em Bruxelas, qualquer polémica em torno do pedido de bilhetes para assistir a um jogo do Benfica e assegurou que tenciona continuar a deslocar-se ao estádio da Luz, como faz “há 45 anos”. “Não há polémica rigorosamente nenhuma. Há um cumprimento escrupuloso do código de conduta a que todos os membros estão obrigados”, assegurou Mário Centeno.

Também António Costa já veio em defesa do seu “Super Mário” das Finanças. “Não há polémica nenhuma. Se o fez, é porque certamente tinha boas razões para o fazer”, afirmou o primeiro-ministro.

(Notícia atualizada com novo título)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

MP avalia investigação a “cunha” de Centeno para ver o Benfica

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião