Petróleo bate os 70 dólares pela primeira vez em três anos

O barril de petróleo subiu acima da fasquia dos 70 dólares pela primeira vez desde dezembro de 2014 nesta quinta-feira.

O petróleo ultrapassou uma importante barreira psicológica. A cotação do “ouro negro” superou a fasquia dos 70 dólares pela primeira vez em mais de três anos, nesta quinta-feira.

O barril de brent atingiu nesta sessão no mercado londrino uma cotação máxima de 70,79 dólares por barril, nível a que não se assistia desde dezembro de 2014. O brent segue a valorizar 0,79%, para os 69,75 dólares em Londres. Já o barril de crude avança 1,59%, para os 64,58 dólares.

O superar desta barreira psicológica dos preços do “ouro negro” acontece antes de serem divulgados dados sobre os inventários dos EUA ainda nesta quinta-feira, e depois de na passada terça-feira o American Petroleum Institute ter anunciado que os inventários de crude baixaram em 11,2 milhões de barris na semana terminada a 5 de janeiro. O mercado esperava uma queda de 3,9 milhões de barris.

Os preços do petróleo continuam assim a beneficiar dos esforços por parte dos países da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) no sentido de um corte de produção. Os membros do cartel acordaram em dezembro do ano passado prolongar até ao final deste ano esses cortes de produção, que têm como objetivo reequilibrar o mercado petrolífero.

(Notícia atualizada às 17h24 com mais informação e novas cotações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo bate os 70 dólares pela primeira vez em três anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião