Taxa de juro média no crédito à habitação sobe em dezembro

  • Margarida Peixoto
  • 18 Janeiro 2018

Olhando para a média do ano de 2017, os juros caíram de forma significativa face ao que se registou em 2016. Ainda assim, desde outubro que sobem consecutivamente.

A taxa de juro média implícita no crédito à habitação subiu em dezembro para 1,019%, o valor mais elevado desde janeiro. Contudo, no conjunto do ano passado os juros desceram significativamente quando comparados com 2016: caíram 7,9 pontos base. Os dados foram revelados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Como estão a evoluir os juros no crédito à habitação?

Fonte: INE

Tal como mostra o gráfico, os juros implícitos no crédito à habitação registaram descidas continuadas até ao primeiro trimestre de 2017. No verão ficaram mais ou menos estabilizados, mas no final do ano registaram pequenas subidas.

Ainda assim, o valor médio da prestação vencida no ano passado não se alterou face a 2016: ficou nos 238 euros. Como mostra o INE, desde pelo menos o final de 2014 que o peso da amortização do capital no valor total da prestação tem vindo a subir, compensando a descida do montante de juros pagos por mês.

Como tem evoluído da prestação média?

Fonte: INE

Olhando apenas para os contratos celebrados nos últimos três meses de 2017 — e não para o stock total de contratos — verifica-se que a taxa de juro se manteve mais alta do que a média total (em 1,634%) mas diminuiu 2,6 pontos face a novembro.

O INE adianta ainda que o capital médio em dívida para a totalidade dos contratos aumentou pelo quarto mês consecutivo, para 51.690 euros, mais 44 euros do que em novembro.

Comentários ({{ total }})

Taxa de juro média no crédito à habitação sobe em dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião