Época de resultados leva Wall Street a bater recordes

  • Rita Atalaia
  • 26 Janeiro 2018

A época de resultados continua a animar às bolsas norte-americanas. Dow Jones e Nasdaq bateram recordes, depois de empresas como a Intel terem apresentado bons resultados.

A Intel disparou para um máximo de 18 anos… e deu boleia às bolsas norte-americanas. O Nasdaq e o S&P 500 bateram recordes, numa semana marcada pelo otimismo dos investidores em torno da época de resultados. A descida do dólar também ajudou a impulsionar os ganhos.

Depois de ter apresentado resultados mais fortes do que o previsto pelos analistas, a Intel disparou 9,81% para 49,95 dólares, o valor mais elevado desde outubro de 2000. Esta valorização levou o Nasdaq a encerrar em alta de 1,28% para 7.505,77 pontos.

Os outros índices acompanharam a tendência positiva. O Dow Jones valorizou 0,83% para 26.612,92 pontos, enquanto o S&P 500 disparou 1,18% para 2.872,68 pontos.

“Os resultados estão a puxar pelos ganhos [das bolsas], num cenário de perspetivas otimistas para o crescimento económico [no dia em que se soube que o PIB dos EUA cresceu 2,6%]. Prevê-se ainda mais crescimento graças à reforma fiscal” de Trump, afirma Brent Schutte, responsável da Northwestern Mutual Wealth Management, à Reuters.

O foco dos investidores também esteve virado para Davos. Reiterando o mote dado por um membro da sua administração de que “América primeiro não é América sozinha”, Trump abriu as portas ao diálogo com os parceiros comerciais, principalmente os que faziam parte do Tratado Transpacífico. “Apoiamos o comércio livre, mas tem de ser justo e recíproco, porque comércio injusto prejudica toda a gente”, clarificou.

Antes deste discurso, o Presidente dos EUA afirmou à CNBC que o dólar deve valorizar ao longo da sua presidência. “O dólar vai ficar cada vez mais forte e eu quero ver um dólar forte”, disse Donald Trump. Ainda assim, a moeda norte-americana está a cair. O euro subia 0,14% para 1,2416 dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Época de resultados leva Wall Street a bater recordes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião