A Google vai poupar-lhe trabalho e ler os livros por si

A Google atualizou a sua aplicação de e-books e disponibilizou um conjunto de áudiolivros que poderão ser lidos pela própria app. O serviço ainda não está disponível em Portugal.

Num mercado cada vez mais competitivo, avizinham-se novidades. Apesar de não ser a pioneira, a Google vai atualizar a sua aplicação de e-books, adicionando um conjunto de livros áudio que não serão lidos pelo utilizador, mas sim pela própria app. Funcionará à base de pedidos, como pausar ou agendar a leitura e o serviço já está disponível em nove idiomas, espalhados por 45 países.

“OK, Google, lê o meu livro”, são estas as palavras mágicas que terá de dizer para que a Google comece a ler os livros por, e para si. A ideia é poupar-lhe tempo, seja no trânsito ou a trabalhar, de acordo com a notícia avançada esta semana no blog do Google Play (conteúdo em inglês). Esta atualização da Google Play Books vai disponibilizar um conjunto de livros áudio que podem ser lidos pela aplicação, juntamente com opções adicionais como informações sobre o autor (“Ok, Google, quem é o autor?) ou a possibilidade de agendar a leitura (“Ok, Google, termina a leitura daqui a 20 minutos”). Os livros áudio vão estar disponível para download para Android e iOS, e ainda no website da aplicação.

Site da Google Play Books

Esta nova atualização já está disponível em nove idiomas e por 45 países, mas, Portugal ainda não é um dos selecionados. No entanto, será uma questão de tempo, conforme adiantou ao ECO uma fonte oficial da Google Portugal. “Não inclui Portugal, nem o idioma português, mas continuaremos a trabalhar com parceiros e editores de todo o mundo, num esforço de levar os áudio livros a mais países“. O utilizador vai pagar apenas por cada livro que transferir, e o preço, descrito pela empresa como “acessível”, é definido pela editora. No entanto, na informação avançada no blog, a Google faz referência a uma campanha promocional com 50% de desconto na compra do primeiro áudio book por cada utilizador.

Para além dos smartphones e tablets, esta nova funcionalidade vai estar também disponível no Assistente Google Home, um equipamento inteligente lançado pela empresa em 2016, que permite controlar o entretenimento do interior da casa, assim como auxiliar nas tarefas domésticas. Esta quinta-feira, a empresa anunciava uma parceria com a Netflix, permitindo ao utilizador controlar a aplicação de séries através do Assistente Google Home.

Esta funcionalidade dos livros áudio não é novidade no mercado, uma vez que a Amazon já tem o Audible e a Apple o iBooks, ambos com as mesmas funções. A Google Play Books não requer uma subscrição, contrariamente ao sistema da Amazon que cobra, no plano mais barato, 14,95 dólares (cerca de 12 euros) por um livro por mês.

Assistente Google Home, semelhante a uma coluna de som

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

A Google vai poupar-lhe trabalho e ler os livros por si

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião