Direto Macedo: “Caixa tem de ter a ambição de devolver dinheiro aos contribuintes”

  • Rita Atalaia
  • 2 Fevereiro 2018

O presidente do banco estatal vai explicar as contas da CGD referentes ao ano passado, quando a instituição financeira regressou aos lucros após seis anos no vermelho.

Paulo Moita de Macedo vai explicar numa conferência de imprensa os resultados da Caixa Geral de Depósitos (CGD) referentes ao ano de 2017, quando o banco público regressou aos lucros um ano antes do previsto. A instituição financeira obteve resultados líquidos de 52 milhões em 2017, isto em comparação com um prejuízo de 1.860 milhões de euros no ano anterior, quando o resultado foi impactado por uma fatura elevada de imparidades. O banco estatal atribui esta evolução positiva ao aumento da margem financeira, mas também à redução de custos.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Macedo: “Caixa tem de ter a ambição de devolver dinheiro aos contribuintes”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião