Aerosoles fecha as nove lojas que tem em Portugal

  • ECO
  • 14 Fevereiro 2018

O "rombo" da situação de insolvência da Aerosoles nos EUA ditou uma dívida de 2 milhões em Portugal e o fecho das nove lojas, que empregam 45 pessoas.

No fim de fevereiro, as nove lojas da Aerosoles em Portugal vão fechar, confirma a MoveOn, a empresa de Esmoriz que detém a licença da marca para a Europa, tal como foi avançado pelo Expresso. Na vizinha Espanha há também sete baixas, dadas a situação de insolvência da marca no país de origem: os EUA.

O “rombo” da situação de insolvência da Aerosoles nos EUA, como o descreve Fernando Brogueira, diretor-geral da MoveOn, ditou uma dívida de dois milhões em Portugal e agora o fecho das lojas, que contam com 45 trabalhadores no total. “Na parte industrial, vamos ver o que acontece“, acrescenta o diretor. Nesta vertente, estão mais 50 postos de trabalho em causa.

Os problemas nos EUA começaram em junho e agudizaram-se em agosto“, conta o empresário. Os efeitos negativos fizeram-se sentir em Portugal dado que os EUA eram responsáveis por 40% da produção. Assim, foram vendidos menos 150 mil pares na Europa, o que deverá notar-se no final do ano fiscal, já no próximo mês de março.

Em relação ao futuro, existem algumas hipóteses na mesa. “Pode ser que alguém compre a empresa e esteja interessado em negociar a licença“, diz o diretor, sem descartar a hipótese de compra dos direitos da marca em leilão. Uma nova marca de calçado, a Saydo, pode também vir a estar no horizonte da empresa de Esmoriz.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Aerosoles fecha as nove lojas que tem em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião