Farfetch tem cerca de 200 vagas para trabalhar em Portugal

  • Juliana Nogueira Santos
  • 15 Fevereiro 2018

Entre design, development e apoio ao cliente, são 188 vagas para trabalhar nos quatro escritórios nacionais. Mas também há no estrangeiro.

A plataforma de compras de luxo online Farfetch está à procura de cerca de 200 colaboradores para os seus quatro escritórios em território nacional. São 188 vagas que vão desde o desenvolvimento à gestão de produto e de clientes, às finanças, passando ainda pelo design.

É nos escritórios do Porto que são necessários mais trabalhadores: 131. Na cidade invicta, a empresa fundada e liderada por José Neves está à procura, principalmente, de pessoas para tecnologia e development, operações e produto. Seguem-se os escritórios de Lisboa, com 35 vagas que vão do apoio ao cliente à engenharia de software.

Já acima do Douro, a Farfetch precisa de 20 colaboradores em Guimarães para funções de produção e, em Braga, de dois novos developers. Para além das vagas disponíveis para os escritórios nacionais, a Farfetch também está a recrutar para Lisboa, Hong Kong, Nova Iorque ou Xangai. Para candidaturas, é só aceder ao site oficial da empresa.

Lançada em 2008, a Farfetch conecta já clientes de 190 países a mais de 700 marcas e boutiques de luxo. Conta com mais de 1.000 colaboradores nos seus 13 escritórios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Farfetch tem cerca de 200 vagas para trabalhar em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião