Lisboa acelera pelo terceiro dia. BCP brinda com 2%

O PSI-20 avança perto de 1%, apoiado no avanço do BCP, mas também das energéticas. Lisboa segue os ganhos da Europa.

A bolsa nacional arrancou a sessão em alta pelo terceiro dia consecutivo. O PSI-20 soma perto de 1%, apoiado nos ganhos de mais de 2% das ações do BCP, que continuam em franca subida, mas também dos títulos do setor energético.

O índice de referência abriu a somar 0,61%, para os 5.497,44 pontos, destacando-se pela positiva num arranque de sessão também positivo na Europa que segue a recuperar do recente sell-off.

As ações do BCP destacam-se pela positiva, tendo arrancado a sessão a ganhar 2,04%, para os 31,58 cêntimos. O título dá assim continuidade aos ganhos de 1,5% da última sessão, animado pelos resultados positivos apresentados na passada quarta-feira. O banco viu o seu lucro crescer quase oito vezes para 186,4 milhões de euros no ano passado.

Destaque também para o avanço de 1,1%, para os 14,645 euros dos títulos da Galp Energia que seguem em linha com a subida das cotações do petróleo nos mercados internacionais. Nesta sexta-feira, a petrolífera beneficiou ainda de uma subida de preço-alvo por parte do CaixaBank BPI, que reviu as suas estimativas para o título e foca as suas atenções na apresentação de contas da próxima semana. Este colocou o preço-alvo das ações da Galp Energia nos 15,8 euros, acima dos anteriores 15,1 euros, mantendo a recomendação de “neutral”.

No mesmo sentido seguem as cotadas do universo EDP. As ações da EDP avançam 0,98%, para os 2,783 euros, enquanto as da EDP Renováveis ganham 0,42%, para os 7,17 euros.

Por sua vez, as ações das retalhista Jerónimo Martins e Sonae avançam 0,37% e 0,41%, respetivamente, para os 17,575 e 1,221 euros, conferindo suporte adicional ao PSI-20.

Nota positiva também para a Navigator, cujos títulos valorizam 0,9%, para os 4,248 euros, isto no dia em que a Semapa apresenta contas após o fecho da sessão. De acordo com o CaixaBank BPI Research, as vendas da empresa deverão ter aumentado 2% para os 557 milhões de euros e o EBITDA terá crescido 9% para os 125 milhões de euros no ano passado. De salientar que na quinta-feira, o CaixaBank BPI Research retirou a
Semapa da sua Core List (lista de ações favoritas), tendo incluído a Navigator.

As ações da Semapa são assim das poucas referências negativas no arranque da sessão lisboeta: desvalorizam 0,67%, para os 17,88 euros. Em sintonia segue a REN, que via as suas ações perderem uns ligeiros 0,08%, para os 2,482 euros, no início da sessão.

(Notícia atualizada às 8h25 com mais informações e cotações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa acelera pelo terceiro dia. BCP brinda com 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião