Taxa do crédito à habitação volta a aumentar. Está em máximos de um ano

  • Juliana Nogueira Santos
  • 19 Fevereiro 2018

A taxa de juro implícita no crédito à habitação subiu pelo quarto mês consecutivo, fixando-se nos 1,024%. A prestação média subiu mais um euro.

A taxa de juro média implícita no crédito à habitação subiu pelo quarto mês consecutivo em janeiro deste ano, renovando máximos de janeiro de 2017. Os contratos celebrados no primeiro mês de 2018 fixaram a taxa de juro nos 1,024%, mais 0,5 pontos base que no mês anterior.

Segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, “a taxa de juro implícita no crédito à habitação aumentou de 1,019% em dezembro de 2017 para 1,024% em janeiro de 2018″, sendo que ” a prestação média vencida subiu em um euro em relação ao mês anterior, fixando-se em 240 euros”.

Taxa de juro implícita no crédito à habitação em máximos de janeiro de 2016

Fonte: INE

O financiamento que tem como destino a aquisição de habitação, “o mais relevante no conjunto do crédito à habitação”, como aponta o INE, a taxa de juro implícita ficou nos 1,045%, uma subida de 0,4 pontos base face ao mês anterior.

Em janeiro de 2018, o capital médio em dívida aumentou 38 euros relativamente ao mês anterior, atingindo os 51.728 euros. É preciso recuar a agosto de 2016 para encontrar um valor em dívida tão alto.

O valor médio dos contratos de crédito para a compra reflete a evolução dos montantes referentes aos contratos celebrados nos últimos três meses, em que o capital médio em dívida subiu dos 93.788 registados em dezembro, para os 94.049 euros. Já a taxa de juro passou de 1,631% em dezembro para 1,588% no mês seguinte.

Os últimos dados revelados pelo Banco de Portugal apontavam para que os bancos tenham disponibilizado oito mil milhões de euros para compra de casa em 2017, o nível de concessão mais elevado dos últimos sete anos. Este traduz-se também num aumento de 43% face ao financiamento disponibilizado em 2016.

(Notícia atualizada pela última vez às 12h00)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Taxa do crédito à habitação volta a aumentar. Está em máximos de um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião