Dívida externa líquida sobe para 178,6 mil milhões, mas recua em percentagem do PIB

  • Lusa
  • 21 Fevereiro 2018

Dívida externa portuguesa aumentou 3,3 mil milhões de euros, no último ano, atingindo os 178,6 mil milhões de euros. Apesar do crescimento, resultado significa um recuo em pontos percentuais do PIB.

A dívida externa líquida de Portugal situou-se nos 178,6 mil milhões de euros no final de 2017, representando 92,9% do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou, esta quarta-feira, o Banco de Portugal (BdP).

Segundo o BdP, face a 2016 a dívida externa líquida aumentou 3,3 mil milhões de euros, “em grande parte” devido à “valorização da dívida portuguesa”.

Apesar deste aumento nominal, a dívida externa líquida em percentagem do PIB recuou 1,7 pontos percentuais entre o final de 2016 e o final de 2017, passando de 94,6% para 92,9% do PIB, “uma vez que o aumento do PIB mais do que compensou o aumento nominal da dívida”.

De acordo com os dados divulgados, no final de 2017, a Posição de Investimento Internacional (PII) de Portugal era negativa em 204,1 mil milhões de euros, valor correspondente a -106,2% do PIB, o que compara com a PII de -196,8 mil milhões de euros, totalizando -106,3% do PIB, registada no final de 2016.

Segundo o regulador bancário, as variações de preços e cambiais tiveram impactos negativos sobre a PII de -7,6 mil milhões de euros e -2,1 mil milhões de euros, respetivamente.

“No caso das variações de preços – nota – o impacto negativo sobre a PII refletiu a valorização dos títulos de dívida pública e das ações de empresas portuguesas detidas por não residentes, que aumentou o valor dos passivos externos da economia portuguesa”. Já no caso das variações cambiais, “traduziu sobretudo a apreciação do euro face ao dólar”.

De acordo com o BdP, as transações tiveram um contributo positivo para a evolução da PII de 3,1 mil milhões de euros

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dívida externa líquida sobe para 178,6 mil milhões, mas recua em percentagem do PIB

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião