Portuguesa Sensei recebe investimento de 500 mil euros da Sonae, Metro Group e Techstars

  • Lusa
  • 26 Fevereiro 2018

A startup desenvolveu um algoritmo que consegue captar o movimento humano, apresentando os resultados em tempo real, sendo a informação recolhida totalmente anónima.

A portuguesa Sensei recebeu um investimento de meio milhão de euros da Sonae, Metro Group, Techstars e business angels (investidores individuais), anunciou esta segunda-feira a ‘startup’.

A startup (empresa com rápido potencial de crescimento económico) desenvolveu um algoritmo que consegue transformar uma câmara de segurança num sensor com capacidade de digitalizar todo o espaço, produtos e interações de visitantes em informação que permite compreender a experiência do cliente.

De acordo com a empresa, a tecnologia em causa consegue captar o movimento humano, apresentando os resultados em tempo real, sendo a informação recolhida totalmente anónima. Com este algoritmo, a Sensei consegue identificar tendências, fazer correlações de dados e aumentar a disponibilidade de produtos em prateleira, de modo a aumentar o número de vendas, segundo um comunicado divulgado hoje.

“A nossa missão é digitalizar o mundo físico do retalho, tornando as lojas mais inteligentes e capazes de interpretar as necessidades dos clientes, juntando o melhor dos dois mundos: a emoção da experiência de compras numa loja física e a eficiência de ter todas as operações interconectadas de uma loja digital. Queremos tornar a experiência em loja mais conveniente para o cliente, sem barreiras e mais personalizada do que alguma vez foi possível”, disse, em comunicado, um dos fundadores da empresa, Vasco Portugal.

O presidente executivo do Metro AG, Olaf Koch, afirmou, citado no comunicado, que o que mais o “atraiu” na Sensei “foi a sua capacidade de inovar e o talento da equipa que suporta o seu desenvolvimento”.

“Na Sensei, a Techstars não só investiu numa equipa com conhecimentos profundos na área, mas também no seu foco em trazer o retalho físico para a era digital, onde a informação captada consegue tornar a experiência de compra completamente otimizada, tanto para o vendedor como para o cliente”, disse, por sua vez, o diretor executivo da Techstars, Greg Rogers.

A Sensei foi fundada em 2017 por Vasco Portugal, Joana Rafael e Paulo Carreira, equipa que se começou a formar no Instituto Superior Técnico, onde Paulo Carreira é professor de engenharia de ‘software’ e Vasco Portugal e Joana Rafael doutorandos do programa MIT Portugal.

Joana Rafael, Vasco Portugal e Paulo Carreira, fundadores da portuguesa Sensei.Sensei/D.R.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Portuguesa Sensei recebe investimento de 500 mil euros da Sonae, Metro Group e Techstars

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião